domingo, 21 de junho de 2009

Saber amar é deixar alguém te amar



Não sei bem qual o propósito deste post.. Mas vamos lá. Ontem andei lendo várias colunas sobre relacionamentos (não só de namoro, casamento, mas de amizade etc) entre muitos assuntos que realmente me interessei como o de muitas coisas acontecerem por consequência, como estar com alguém há muito tempo e virar um namoro apenas por consequência, ou estar namorando há muito tempo e virar um casamento pelo simples fato de "ah já estamos na idade e tempo suficiente para nos casarmos" dai a consequência, se casam. Mas bom, disso eu vou falar em algum outro post, neste post eu quero debater o assunto do medo do amor.

É normal quando saímos de algum relacionamento estarmos feridos e nos prometermos nunca mais amar novamente, que isso só nos irá fazer sofrer e tudo mais. Mas o tempo passa, e tu percebes que talvez precises de alguém contigo, talvez haja esperança de alguém que não te magoe, talvez, talvez.. O problema é que dai então há todo um processo, não é simplesmente dizer "quero ser amada e vou amar" não.. Envolve muitas coisas. É deixar mágoas passadas no passado, não carregar tristezas consigo afinal nenhum companheiro quer do lado alguém que esteja desacreditado do amor, não é? E isso custa muito. Custa muito aprender a crer no amor de novo, aprender a confiar nas pessoas (ou tentar) é muito difícil uma vez que já te decepcionaram tantas vezes. Mas assim nós vamos, seguindo o caminho, e quando surge alguém, como saber se aquela pessoa é a "certa"? É a próxima? Não têm como saber e é ai que complica. Às vezes por pensar "não, esse não pode ser" nós nos fechamos para a pessoa, nós queimamos ela, ferimos ela, sem nem nos dar por conta, mas ai que está a questão, por que fazemos isso? Talvez se nós nos permitíssemos tentar, veríamos que sim é aquela pessoa que está a nossa espera, que vai nos fazer feliz novamente. É complicado isso. "Saber amar é deixar alguém te amar", então por que não deixamos? Criamos muros altos, impossíveis de se ultrapassar, pensando que assim estamos nos protegendo, mas para quê? Assim só iremos afastar as pessoas que talvez queiram nos amar, talvez nosso coração também queira amar-las mas o medo afasta as pessoas e então tudo acaba sem nem começar.. Depois de um tempo, talvez você veja a pessoa que você afastou com outra pessoa, feliz e amando, e daí quem sabe nessa situação você pense "Poxa, por que eu criei esse muro? Por que o afastei? Ele poderia ter sido o próximo." É, dai já é tarde demais. Então você pensa "agora sim, vou me entregar" mas ai dá o azar de conhecer alguém que talvez nem era pra ser seu, mas você está com aquele pensamento de "não posso construir outro muro em volta" e acaba forçando algo que nem era para existir, certo? E ai vem a ilusão, pois talvez a pessoa pra quem você finalmente se entregou não esteja preparada para te receber, ou esteja no mesmo caso que você antes, com aquele muro alto em volta, e ai acontece com você o que aconteceu com aquela outra pessoa lembra? Que você afastou. É. Arrependimento não adianta, não adianta chorar pelo leite derramado, não é? Erramos? Sim. Mas insistir no erro é burrice. Temos que nos permitir, seja para amar, seja para sofrer, seja para dizer o que sentimos. Não podemos e não devemos criar muros, mas também nem situações ou sentimentos. A vida simplesmente sabe o que faz, se alguém apareceu no seu caminho, tenha calma, simplesmente viva, não fique se preocupando se é ou não é, por que se você pensar mais do que fazer vai criar uma situação na sua cabeça que talvez não bata com a realidade. "Viva la vida" sem se preocupar, se vai amar, se está pronto.. O mundo é assim, cheio de surpresas sejam elas boas ou ruins, devemos saber aceitar-las da mesma maneira. Afinal, sempre depois da chuva surge o sol, assim como nunca irá chover eternamente nunca irá fazer sol eternamente, precisamos apenas entender isso e sorrir, sorrir para a vida e para as oportunidade que a vida nos dá dizer SIM, sim a tudo. Temos só agora para viver, por que ter medo? O medo só afasta coisas boas que poderíamos ter, então termino aqui com uma frase que resume tudo o que falei: "Nossas dúvidas são traidoras e nos fazem perder o bem que poderíamos conquistar se não fosse o medo de tentar".

1 comentários:

Lê, disse...

muito obrigada amor *-* eu sou sincera e ainda não li os seus, mas depois comento denovo e denovo e denovo.. DSOIUHAASUHUHSDUISAE beijos flor, te cuida !

 
Header Image by Colorpiano Illustration